23.3.12

Seguir



Segue-se

Sempre que não ficamos ancorados á memória do que foi, á saudade do que podia ter sido, á desilusão do que não foi.
Sempre que se aceita, humildemente, o resultado
Sempre que não se guarda raiva nem rancor
Sempre que se fecha uma porta
Sempre que nos fecham uma porta
Sempre que abrimos uma janela
Sempre que nos abrem uma janela
Sempre que não se fica refém do que se esperava de alguém
Sempre que não ficamos reféns das expetativas dos outros
Sempre que não desistimos dos sonhos
Sempre que sabemos desistir dos sonhos que nunca passarão da sua condição
Sempre que não aceitamos metade porque o todo é a nossa parte
Sempre que acreditamos que mais vale metade de algo do que tudo do que é nada
Sempre que aceitamos que tudo tem um ciclo e que cada ciclo tem vários ciclos
Sempre que não ficamos a caminhar em círculos
Sempre que conseguimos olhar em frente
Sempre que conseguimos seguir em frente sem olhar para trás
Sempre que nos permitimos o desapego
Sempre que não nos sentimos culpados de nos desapegar
Sempre que não permitimos que nos façam sentir culpados pelas nossas escolhas
Sempre que trocamos a culpa pela responsabilidade
Sempre que não se perde a capacidade de recomeçar
Sempre que não deixamos de acreditar
Sempre que não nos demitimos de fazer o nosso caminho, escudados nas ações e omissões dos outros, e com isso não hipotecamos para a vida a capacidade de amar e lutar por dias melhores sob qualquer condição
Sempre que seguir, mais do que ficar, significa amar incondicionalmente

Sigo.

2 comentários:

  1. Acredito que se siga, mas o difícil é começar, algures por essa lista...
    Post extraordinário.

    ResponderEliminar
  2. segue sempre em frente!

    ResponderEliminar