15.3.12

Ninguém é insubstituível


Todos somos únicos e irrepetíveis. Parte de um todo que tudo encaixa. 
Sempre que a vida nos troca as voltas e nos aponta outra direção é claro e inequívoco que a "nossa missão" está terminada. Alguém sucederá e ocupará o lugar vago. A vida é feita de ciclos. Génese, vida e morte.
Ninguém é insubstituível. Todos somos únicos e irrepetíveis, no devido lugar. 
Se em vez de sentires que a vida te empurra sentires que te chama, partes com muito mais facilidade e com um enorme fôlego na alma. Quando um ciclo se fecha só fazes falta onde [ainda] não estás.

7 comentários:

  1. Grande verdade!
    Faz-me sempre tão bem vir passear debaixo do teu sol...

    :-)






    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Quando li o título pensei logo: "Mas lutamos tanto para ser". Lutamos, desejamos, rezamos. Depositamos todas as fichas nesta crença. E depois perdemos.

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Tendo o meu espírito no mesmo nível do que a Duchess fala, consigo perfeitamente me encaixa em tudo o que é escrito neste post... É só mesmo uma questão de ouvir o chamamento do que vem a seguir e largar o fardo do que passou lá para trás... É lá na frente que fazemos falta, sem dúvida.
    Beijinho e boa quinta.
    Obrigada por mais um post que me alivia o espírito *

    ResponderEliminar
  4. Anónimo15.3.12

    devia imprimir e ler todos os dias (;

    ResponderEliminar
  5. sei ter absoluta importância
    ao mesmo tempo
    sei não ter importância alguma

    sabendo isto
    sorrio
    sem querer saber porquê

    e pratico
    passeio pelo jardim
    da importância das coisas

    Piecho

    ResponderEliminar
  6. Um esforço enorme para me sentir algures onde me sinta que faça parte!
    Mas somos unicos...

    ResponderEliminar