24.3.12

Lisboa

Ai, Lisboa, Lisboa... bem sabes que depois de aprender a voar um pardal morre numa gaiola. 
Sê branda comigo, querida cidade, na escala que por ti faço, até ao destino, a que chamarei casa.

1 comentário: