11.11.12

Uma boa parte de mim








O meu avô materno que era um homem da província e que amava a sua terra beirã gostava de me falar da natureza. Falava-me dos sons dos diversos pássaros e mostrava-me pistas deixadas pela bicharada à sua passagem. Ainda que bem menos do que a minha mãe e o meu tio, a minha infância foi coroada pelo privilégio de saber o que era ir à terra, nas férias. Se a minha ligação à natureza seria igual sem tão fortes referências não sei, não tenho como saber.

Estes livros foram oferecidos por ele, era eu bem pequena. Falavam de coisas que eu não sabia, de terras longínquas e de proezas e habilidades do reino animal. Hoje, percorrer estas páginas é trazer uma boa parte de mim para mais perto. Um mundo de que sempre me senti fazer parte. O natural.

2 comentários:

  1. Tão lindo Amiga, que memórias tão boas.

    ResponderEliminar
  2. Percorrer estas páginas enche-me o coração, amiga.. lembro-me tão bem de o fazer em pequena o do fascinio que tinham sobre mim :)

    ResponderEliminar