20.11.12

E depois também há isto...


A doçura de abrir a caixa do correio e encontrar um presente que vem de longe, acompanhado de uma carta manuscrita [tão raro quanto bonito], cheia de palavras boas, sensíveis, redondas de tanto carinho e amizade. 

Entre as esquinas dos dias que por vezes magoam, o algodão da minha vida são as pessoas que fazem parte dela. Uma espécie de euromilhões que me tem saído ao longo do tempo e que rende juros fabulosos todos os dias. Honestamente, não imagino melhor investimento.

Obrigada Paula-Mulher-Guerreira, por seres tão bonita e tão especial. Que generosa foi a vida ao cruzar-nos as rotas! 

E ali está o teu mimo, todos os dias a dizer-me Bom dia! e a fazer-me sorrir. Que bom, que bom, que bom!

3 comentários:

  1. Ohh é do melhor. Abrir a caixa de correio e ter lá um miminho à nossa espera. ;)

    ResponderEliminar
  2. E vivam os mimos e os carinhos, os abraços e os beijinhos, as almas juntas a pularem de alegria por se terem (re)encontrado!

    ADORO-TE MEU ANJO XXXXX

    ResponderEliminar
  3. @Lace-it: adoro receber mimos na caixa do correio; adoro receber e escrever cartas e postais!



    @Paulinha: Também te Adoro! <3

    ResponderEliminar