16.12.11

A mudança é feita de movimento, não pede licença e não espera por nós


A vida não está a mudar. A vida já mudou. Enquanto mudava [com muitos e claros avisos] fomos, alegremente, assobiando para o lado. 
Entre os iludidos, ainda há quem vá tentando fazer a coisa em slow motion em vez de perceber que há muito devia ter acelerado, para acertar o passo. Para dar um salto é prudente que tenha sido bem calculado...

3 comentários:

  1. TÃO VERDADE...
    SUUUrriisnhos..este sitio é um sorriso (é o que eu sinto. )

    ResponderEliminar
  2. Deixo-te aqui um exerto de um texto meu, que tu já deves conhecer:

    "...a única constante em toda a ciência, é a mudança." ... " Como é que as experiências vividas nos mudam, depende de nós.
    Podemos sentir como que morremos, ou podemos sentir como uma 2ª oportunidade de vida.
    Levamos de bandeja, nas palmas das nossas duas mãos juntas e em forma de concha, os arrependimentos, angustias, revoltas, mágoas, dores, etc.
    Se abrirmos os nossos dedos de tais fardos, deixamo-los ir.
    Sentimo-nos com toda a adrenalina, necessária para viver.
    Tal como a qualquer momento, podemos perder ou ganhar, podemos ter outra oportunidade de vida.
    Tal como a qualquer momento, podemos morrer ou voltar a nascer."

    Beijo!

    ResponderEliminar
  3. TanTa Verdade M. Querida !!! TanTa!!!

    Deixa-me agradecer-te a Paz, a Harmonia e a Amizade que sinto aqui e ali quando venho ver como estás.

    FaZes-me Bem !!!

    Beijooo meu, para ti e para a M :-)

    ResponderEliminar