11.1.12

Não quero


Não quero virar costas, bater a porta, desistir, conformar-me simplesmente com resultados.
Não quero dias cinzentos, a falta do sol que me aquece dentro, o desnorte de não saber onde está o porto seguro quando o meu coração precisa de se esconder para se encontrar.
Não quero esta dúvida, esta inconsistência dos dias, esta chuva que não molha, este está quase, este futuro constantemente adiado.
Não quero. Não quero nada disto. Não quero mas não me rendo. Vergo mas não quebro, por maior que seja o cansaço. Só eu sei o que me dá, mais que força, resiliência, contra ventos e tempestades.

11 comentários:

  1. Força e não desistas, seja do que for.

    ResponderEliminar
  2. Não Queiras porque eu sei que tu sabes que eu sei que TU NÃO QUERES MESMO.

    Força. Estou aqui :-)))

    Beijo meu.

    ResponderEliminar
  3. :) forte no teu não querer!

    ResponderEliminar
  4. Resiliência é das palavras mais bonitas que já conheci.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. e quando não se quer nada nos pode travar, só provocar um ligeiro atraso.
    força raio de sol!

    ResponderEliminar
  6. que consigas alcançar o que desejas, que as forças não te faltem, que lutes lutes **

    ResponderEliminar
  7. Que esta nuvem passe rápido. Força muita força.*

    ResponderEliminar
  8. Obrigada. Muito Obrigada a todos.

    ResponderEliminar
  9. Não Margarida, não te deixo desistir. Força. Bj**

    ResponderEliminar
  10. Anónimo14.1.12

    Muita força para seguir em frente, apesar... Das contrariedades, das dificuldades, disto ou daquilo menos bom. Mesmo que nos tentem magoar, deitar abaixo… Mesmo doentes, mesmo na dor, há que encontrar forças e uma imensa vontade de CONTINUAR! Como aquela canção dos Queen:'The show must go on!'
    Abraço muito grande, Ana

    ResponderEliminar