2.1.12

Da vida no hotel

Uma das coisas engraçadas é observar o olhar dos outros ocupantes e imaginar o que lhes passará pela cabeça, quando me cruzo de manhã com eles no meu outfit profissional. Não que ande de sapatos de salto alto - coisa que só em dias de festa e ainda assim é preciso que seja dress code ou esteja para aí virada, o que raramente acontece de há muito para cá. Não sou nunca - á exceção de alguns contatos pessoais - demasiado formal mas, de facto, para quem está de férias ou em descanso uma boa parte das roupas com que saio fazem com que, como diria uma das minhas queridas bisavós, a panela não jogue com o testo...
Giro, giro, isto de aprender com as nossas experiências a não tirar conclusões precipitadas acerca dos outros!

Sem comentários:

Enviar um comentário