6.5.12

A minha casa




A minha casa não é a casa da minha vida nem é a casa dos meus sonhos. Mas a minha casa, que não é a casa da minha vida, sabe tudo da minha vida e conhece todos os meus sonhos. E é por a minha casa saber tanto de mim que merece que nunca me esqueça dela e a mime. Porque a minha casa, que não é a casa da minha vida, faz o melhor que sabe, pode e consegue para me fazer todos os dias um bocadinho feliz. E um dia, quando a casa da minha vida for a minha morada, a casa que nunca foi a casa da minha vida vai viver para sempre num dos melhores lugares de mim. Nunca se esquece quem nos embala os sonos e acalenta os dias. 

3 comentários:

  1. Anónimo6.5.12

    fizeste-me chorar...

    ResponderEliminar
  2. Ha que ser grata a quem está connosco durante o caminho :)

    ResponderEliminar