2.9.12

A Vida é a minha praia

Perdi a conta aos banhos de mar tomei entre ontem e hoje. Não que a temperatura da água estivesse simpática - quem andou pelos sóis da Caparica este fim de semana sabe bem a odisseia que era para entrar sem partir os ossos - mas porque depois de se entrar e do termostato se adequar, estabelecia-se uma certa relação amor-ódio entre o frio que se sentia e a vontade de lá estar. Do lado de fora, o calor que se baldou a muitos dias de Agosto, também ajudava muito!

Talvez por não saber se foi o último fim de semana de praia a sério, hoje decidi que ficava até o astro rei se ir deitar. Contrariada, tirei os pezinhos da areia eram oito e meia da noite e ainda estavam 27º... a imagem deste post foi a última que guardei no telemóvel.

Com tantas contrariedades que a vida nos tem dado nos últimos tempos, é impossível não olhar para o dia de hoje - como tantos outros, mesmo que noutros locais - como uma benção. A Vida é uma verdadeira mãos-largas a proporcionar genuínos e inteiramente gratuitos momentos da mais pura e plena felicidade. Não se paga pelo sol que nos aquece, pela água e o sal que a tempera, pela areia a afagar os pés, nem pelo céu cheio de gaivotas enquanto crianças felizes correm à beira-mar a aproveitar as franjas do Verão. Está lá tudo, de mão beijada!

Pela minha parte, não sei se foi um adeus, até p´ró ano, mas se foi, vim de coração cheio e pele bem dourada. Obrigada! 


11 comentários:

  1. Gostei do post e fez-me sorrir. É tão verdade...

    ResponderEliminar
  2. :) Saudades da praia...

    ResponderEliminar
  3. Se ficas pelos "Algarves", terás ainda outros fins de semana assim.

    ResponderEliminar
  4. A lição que fica é que apesar das contrariedades da vida, da crise, e de milhares de coisas feias e que não nos agradam o espectáculo da vida é grátis, maravilhoso e está ao nosso alcance,, basta aproveitá-lo.

    Dias felizes.:)


    Beijoooo

    ResponderEliminar
  5. Bem verdade!! se pudesse também tinha ficado =)

    ResponderEliminar
  6. há que deixar o sol entrar :) apesar das adversidades, acredito no poder de todas as coisas maravilhosas que nos são dadas.

    ResponderEliminar
  7. @Flor, sei que também pensas assim :)

    @Teardrop... então?... estás muito longe dela?...

    @Aline, Algarve, por enquanto só deslocações em trabalho, esta semana e a próxima, por isso vou ter esperança que pela capital o S. Pedro ainda dê uma ajudinha nas próximas semanas :)

    @AC, nem mais!!! Beijoos!

    @Joa, a última vez que tinha feito isto foi há uma eternidade. Sabe tão bem!

    @Helena, mais do que acreditar, é para mim uma filosofia de vida!

    ResponderEliminar
  8. Conseguimos ser tão exigentes e querer sempre mais, que nem damos valor às coisas verdadeiramente belas e gratuitas que a Vida nos dá.
    (e eu espero que Setembro seja pelo menos como o ano passado, pois só vamos de férias na proxima semana) Bj**

    ResponderEliminar
  9. Teresa3.9.12

    É tão verdade o que diz!!Ficar na praia até ao fim da tarde, com menos gente,deitar na areia quente ,sentir o Sol a acariciar-nos,olhar o Céu,ver o Mar e as gaivotas..faz-nos esquecer por momentos tudo o que nos rodeia!!

    ResponderEliminar
  10. @Tanita, desconfio (e rezo!) que vás continuar a ter um excelente tempo. Bem mereces! :)


    @Teresa, é isso mesmo!

    ResponderEliminar
  11. Eu já o disse "ao contrário". A Praia é a minha vida, mas pensando bem e refletindo ainda melhor... a Vida tb é a minha praia ;)
    bjs

    ResponderEliminar