2.2.12

Só para dizer

Que é nisto que acredito. Tenho dias de merda. De precisar de fugir do mundo. Ou de mim, que é mais ou menos a mesma coisa. Tenho. Tenho e não os acho um desperdício nem me envergonho. Porque me conheço há demasiado tempo para saber que é depois deles que ganho força para continuar o que sou e aquilo em que acredito. Se nesses dias me falta a força? Ai não, que não falta! Falta, pois! Se os dispensava? Claro que sim! Porque doem em lugares onde nenhum paliativo chega. E eu não sou de placebos, nem de dourar a pílula. Doi muito, a vida levada a seco. Mas treinar a arte de curar as próprias feridas é uma vantagem. E um trunfo.

E já agora: não, não voltei a fumar. Nem volto. Ponto final parágrafo. Fim.
E amanhã voltam as imagens inspiradoras a este blog. Que os dias são só dias.

6 comentários:

  1. :)
    Espero que o meu raio de sol te ilumine e aqueça um pouco.

    Tenho dias de altos e baixos. frutos de vontades, desejos, medos e tanta coisa mais.

    Por vezes dou por mim a pensar que já não sei viver de outra maneira. Mas no meio desses tropeções também me rio, muito, de coisas interessantes e desinteressantes. Também me comovo, não com coisas tristes mas com gestos de amizade.
    O teu é um deles.
    Portanto, provavelmente sou bipolar. Moral da história. E ponto final.

    :)

    ResponderEliminar
  2. Espero que essa fase passe depressa e penso como tu, esses momentos difíceis tornam-nos mais fortes.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Se eu deixei de fumar... qualquer um consegue, basta querer.
    Força!

    ResponderEliminar
  4. Todos temos dias assim... que passam e substituídos por melhores ;)

    ResponderEliminar
  5. Um beijinho deste lado com uma energia positiva para lá de espectacular, e um um abraço apertado, para te aquecer neste dia gelado! =)

    ResponderEliminar
  6. Há dias em que entramos assim no espaço de alguém, e "ouvimos" algo que parece ser para nós. Foi assim agora.

    ResponderEliminar