30.10.10

Fim de dia



Sabe bem a chuva lá fora, cena de filme com adequada banda sonora, cá dentro. Enquanto as castanhas assam, vou saboreando um livro. Aproveito milimetricamente o dia, antes da noite de trabalho. 
No lume que arde não aqueço a alma, mas a dança do fogo que se agita em cada labareda sempre me confortou o coração. 
Gosto tanto de ti, Outono.

1 comentário: