16.10.10

Bom dia, Sintra

Ao contrário do que merece, Sintra não tem, salvo raras excepções como Monserrate, uma vegetação luxuriante. Mas Sintra é verde, tem pulmão e cheira a aldeia. Tenho o privilégio de a ter relativamente perto. No entanto, uma relação de treze anos de trabalho é mais do que suficiente para que, agora que ando por outras paragens, tenha tantas vezes saudades dela. De forma objectiva, Sintra já não tem novidade e não guarda segredos. Mas para mim Sintra é sempre especial, como se fosse uma casa onde se regressa depois de muitos anos. Talvez porque em tantos anos de proximidade física muitas vezes nela me perdi e encontrei. Talvez porque nela reencontro um pouco do campo e da aldeia onde em parte cresci e me formei. Talvez porque subi-la me aproxime de aromas e sons da minha infância. Talvez, e somente talvez, porque sou daquelas que gosta sempre de voltar aos lugares onde foi feliz. 
Foi bom encontrar mais pais e crianças portugueses percorrendo caminhos que tantas vezes, como hoje, percorri sozinha, entre estrangeiros.















Foi bom rever-te. As nossas conversas fazem-me bem, amiga.

8 comentários:

  1. Que cidade tão linda. Já percorri todos os cantinhos de Portugal mas, estranhamente, nunca fui a Sintra!
    Tenho de pensar seriamente em ir. :)

    ResponderEliminar
  2. Fantasticas fotografias... além de bonitas também me fazem recordar e sabem bem, também tenho saudades dessas paragens... passei quase todos os fins-de-semana do ultimo ano no sopé dessa serra! (suspiro) Beijo!

    ResponderEliminar
  3. Vim deixar o meu Sorriso e o meu Olá com saudade.
    Sim saudades de passear entre as tuas imagens feitas de palavras e sentires que eu tanto gosto.
    Tenho estado mais tempo fora que dentro.
    Até Já. Como eu disse há pouco... Já volto.
    Beijo meu. Semanas bonitas para ti.

    ResponderEliminar
  4. E a Regaleira? a Peninha? São Saturninho? pedra amarela? a piriquita? humm..Sintra é mágica, nostalgica, romântica, reconfortante, e eu tenho o prazer de morar aqui...
    Bj**

    ResponderEliminar
  5. Jane,
    Desde já me ofereço para lhe mostrar os segredos de Sintra, na sua próxima vinda a Portugal. Não hesite em enviar-me um e-mail, quando voltar.

    ResponderEliminar
  6. Sofia,
    E que tal um lanche por lá, juntas?

    ResponderEliminar
  7. Miudaaa querida,
    Também eu tenho andado muito ausente, embora cá dentro. Sei que mesmo quando não me vens visitar estás aí. Isso é o mais importante. Que estejas bem, é tudo quanto desejo. Beijo muito grande para ti. Até logo.

    ResponderEliminar
  8. Tanita,
    Tudo, tudo isso. É sem dúvida um enorme privilégio morar aí. Sorte a tua! :)
    Beijinho

    ResponderEliminar