23.3.11

Fecha-se uma porta




onde não se vislumbra uma janela.

4 comentários:

  1. Curioso, é o que sinto no momento.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Anónimo24.3.11

    Neste caso, a janela é maior do que a porta. Uma e outra estarão sempre onde quisermos que estejam. E delas veremos o que delas pudermos a cada momento. Por umas e por outras podemos deixar entrar o sol. Ou ir à procura dele. E então seremos pelos menos dois: nós e a nossa sombra. Mas se as fecharmos nem as sombras veremos. Que importa o tamanho da janela, que interessa a dimensão da porta, se o sonho for grande e o sol intenso?

    ResponderEliminar
  3. Anónimo (a)... eu não conseguiria ver tanta poesia neste futuro... vejo mais... corrente de ar!

    ResponderEliminar