17.10.12

Vizinhos

Nunca vos disse mas tenho um carinho especial por vizinhos que tratam os vizinhos por vizinhos. Morar nos subúrbios de Lisboa tem este encanto. O encanto do dia a dia ainda se fazer de pequenas urbanidades, longe da desumanização do mundo urbano puro e duro. E eu, que gosto tanto de gente educada como de gente que respeita a privacidade de cada um, conheço, nos quinze em que habito neste prédio, o melhor dos dois mundos.
Hoje, enquanto preparava o jantar, deixei cair uma grandessissima panela de sopa - quase no fim e fria, vá - quando tratava de encher um prato com o que restava dela. A coisa, de consideravel aparato visual e sonoro, apanhou-me tão num dia tão... tão... diferente, que nem para dizer meia dúzia de vocábulos do pior vernáculo me deu. Agarrei naquela caca toda, abri a torneira e deitei mãos à obra. Eis senão quando, em momento tão oportuno - ah, sim, o vestidinho de trabalho também foi brindado com uns belos salpicos  - toca a campaínha. No meu estado normal, teria saído bojarda da boa, mas nada, disse só para a miúda, quando esta depois de espreitar pelo óculo me informou que era uma senhora: pede que espere um momento
E foi assim que de pano na mão fui surpreendida: ó vizinha, desculpe, era só para saber se está tudo bem. É que o meu marido ouviu um grande estrondo e um grito e disse-me, vai lá cima que a vizinha deve ter caído e pode estar sozinha!

E uma coisa vos afianço, que a vizinha não lê o blog... amanhã, o resto dos marmelos que para ali andavam a ganhar coragem e a marcar passo, já têm missão :)

Podia haver melhor maneira de terminar o dia?... Podia! Mas esta foi tão doce. Juro!

13 comentários:

  1. ISSO SIM É UMA TERNURA...
    Até me fizeste sorrir ....
    SUUUrrisinhos:)

    ResponderEliminar
  2. Ainda há gente boa, desinteressada e pura...felizmente:)

    ResponderEliminar
  3. És uma sortuda! Os meus vizinhos não fariam isso!

    ResponderEliminar
  4. Já se torna dificil de encontrar vizinhos que se preocupem uns com os outros.

    ResponderEliminar
  5. Tu és tão bonita Margarida.

    ResponderEliminar
  6. E eu que vivo numa aldeia e onde se pensa que as pessoas são assim, desenganem-se. Nem todas são assim. Os meus vizinhos nem me cumprimentam e só querem saber da nossa vida, uma tristeza. Por isso digo, como pode ser um sitio daqueles, quase a tocar o paraíso de belo, ter pessoas tão feias por dentro?

    Mas tu, tu tens sorte de ter uns vizinhos que se preocupam contigo.

    Bj**

    ResponderEliminar
  7. Vizinhos que tratam os vizinhos por vizinhos e que os consideram mais do que isso. Que doce final de dia :)

    ResponderEliminar
  8. Foi mesmo um excelente final de dia. É bom saber que existem pessoas assim! :)

    ResponderEliminar
  9. Que queridos. beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que bom, que "conforto".

    ResponderEliminar
  11. :)

    Obrigada a todas pelos comentários

    ResponderEliminar