11.10.12

Manias



Gosto 
de começar os dias cedo [04h30m da manhã, mesmo!]
de ver as copas dos sobreiros a espreitar por cima do nevoeiro que cobre as planícies alentejanas, enquanto o sol espreguiça raios dourados sobre o horizonte.
das estações de serviço às horas em que apenas quem cumpre caminhos noturnos se cruza connosco.
de percorrer quilómetros à velocidade das musicas que escolho e de cantar até que a alma me doa tudo o que me apetece [afianço, não é muito traumático, desafino muito pouco...]
de falar com gente prática, pragmática e trabalhadora.
de pessoas que não conjugam a palavra crise a toda a hora.
de acreditar que todo o esforço é bem empregue na luta pelos nossos sonhos.
de arco-íris, sobretudo do significado que sempre lhes atribuo e de quando no fim de um dia essa mensagem se inscreve no céu na minha viagem de retorno.
da imprevisibilidade das horas que, ao contrário do que supunha, me permitem ao fim de mais de 600km e seis reuniões não só conseguir assistir a uma apresentação de dança da minha filha como fazer com ela uma hora de alucinado house [sobrevivendo, mas a custo, a verdade acima de tudo!]
desta energia que apesar das dificuldades a vida me reserva e sobretudo desta sede de viver.
de acreditar que tudo isto será sempre o mais importante, e que saberei ser sempre feliz, aconteça o que acontecer.

6 comentários:

  1. Gosto de saber que retemperaste forças e que na adversidade há sempre algo a que dar valor.

    Beijo*

    ResponderEliminar
  2. Gostei demais do texto tão cheio de otimismo e fé...E que Deus te abençoe "que continues com essa "energia pois "essa sede de viver é uma lição pra todos que irão te ler .
    A imagem é muito bonita "faz bem aos olhos da gente...
    Beijinhos. Boa noite!

    ResponderEliminar
  3. Que boa é essa paz e essa energia positiva que se sente daqui :) Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Desprentenciosamente lindo!
    Felicidades!

    ResponderEliminar
  5. Gosto!
    Gosto sempre de te ler.

    ResponderEliminar
  6. @AC, foi um dia intenso mas positivo. E indecentemente faltou referir aqui o bom que foi ter o teu carinho e a tua presença, à distância de uma mensagem e depois de um telefonema. São essas coisas, Pessoas como tu, que tornam a minha vida numa benção. Grata, sempre!

    @Mery, obrigada :) A imagem é mesmo do arco-iris que vi, tirei a conduzir... shiuuu, não digas nada ;)

    @Helena, sente?... Que bom! :) Beijinho

    @Cora, muito obrigada!

    @MJ, muito obrigada! E eu gosto sempre tanto de te ter por aqui! Já lá vai um bom tempo, hã? ;)

    ResponderEliminar