5.5.10

Filmes que vi #2

Por diversas razões profissionais, e não só, conheci alguns Big Mikes da vida.
Quem me conhece sabe como me envolvo [envolvia?] em causas aos olhos de muitos perdidas.
Como costumo dizer, e já hoje por aqui voltei a dizer, o meu único vício são as pessoas, o acreditar que somos sempre capazes de mais e melhor, porque é isso que nos distingue dos outros animais e nos faz ir mais além.
Somos. Se além de o desejarmos, assim investir-mos. Se além de sonharmos, lutarmos. Se além de esperamos que o mundo seja perfeito e à nossa medida tivermos forças para o moldar por e para nós.
Conheci muitos Mikes. Vi muitas histórias que começaram indefesas e que a incúria de quem primeiro devia zelar e depois a ausência de quem devia fiscalizar fizeram terminar presas. Não conheci meninos de coro, mas conheci gente que me fez muitas vezes ter a humildade de perguntar se eu tivesse tido o mesmo destino se seria melhor.
Houve um Mike que me marcou mais. O meu Mike era um Bruno. Um dia talvez me apeteça, num outro lugar de mim contar a sua história. Mas o meu Bruno não teve o destino de um Mike, porque não quis. Porque ceder à facilidade da desculpa é mais fácil. Porque a vida dá um grande trabalho sempre que desejamos mais para nós. E por muito que haja, como houve porque não fui a única, gente a acreditar que é possível os Big Mikes da vida serem um dia grandes Michaels, é preciso muito mais do que sonhar com essa possibilidade. É necessário, antes de mais, que os próprios se empenhem, se esforcem, lutem pela sua parte. E isso, infelizmente, raras vezes é uma realidade.
Não consegui perceber a razão do óscar a Sandra Bullock, mas mais que não seja mereceu-o por aparentemente ter estado casada com um traste.
Importante foi saber que há histórias reais onde um sonho, por muito inverosímil que pareça à partida, é possível.

pois claro que chorei!

1 comentário:

  1. Acredito que a esperança é a ultima a morrer... e acreditar no potencial do ser humano é algo que jamais deve desfalecer... muito pelo contrário!

    Este filme, que ainda não tive oportunidade de ver, deve ser lindissimo. Irei ver assim que tiver oportunidade para isso!

    Uma beijoca doce***

    ResponderEliminar