24.1.10

E interrompe-se por breves instantes o estado de hibernação para gritar...

BRAVOOOO!
E aplaudir de pé um filme que consegue elevar o desespero humano a um magistral musical.

Não sendo um estilo cinematográfico que aprecie incondicionalmente, Nine deixou-me rendida à extraordinária banda sonora e às suas passagens, absolutamente geniais.
Para além do óbvio, tem ainda o mérito de nos relembrar que a Infância é uma criança que nos persegue. Muitas vezes, até ao último suspiro.

Muito, muito bom!

Sem comentários:

Enviar um comentário