15.1.11

... um enorme sentimento de paz


acordar com a casa mergulhada no silêncio de uma manhã de nevoeiro. deixar-me inebriar pela doçura da serena e coada luz branca que a invade. deslizar da cama em busca da música que aquece os espaços menos iluminados. perfumar o ar de café e torradas. e saborear...

1 comentário: