8.1.11

Ainda sobre o dia de ontem

Ontem foi um dia de mil mimos. O especial, delicioso e lindo mimo da minha querida Boss, que na noite anterior se dedicou à odisseia de fazer um bolo com a minha cara [há quem me chame Pintinhas e eu não consigo perceber porquê...]. O fantástico livro sobre fotografia que ofereceram os colegas, que são muito, mas muito mais do que isso. As mensagens por aqui e no Facebook, a que só hoje consegui responder. Os telefonemas e sms que recebi ao longo de todo o dia. A presença e companhia da minha mais antiga amiga que, vivendo em Madrid, tive a felicidade de ver neste dia [e que me ofereceu um frasco de mel gigante!]. O jantar em família. 
Ontem, por razões óbvias, foi um dia de mil mimos. Mas, felizmente, a minha vida não necessita de dias tão especiais para me saber tão rica. Há 40 anos que amealho o melhor que ela me dá - a família, os momentos e os amigos. É nesta fortuna que reside a minha Felicidade. É tudo isso que lhe dá sentido.







Obrigada por existirem!

9 comentários:

  1. O teu bolo era maravilhoso. Parece que tiveste um dia fantástico. Só uma pessoa querida consegue unir tanta gente à volta.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Lindo o teu bolo de pintinhas :)
    Tiveste pois, um dia mágico (também):)
    Beijinhos, minha querida.

    ResponderEliminar
  3. Que aniversariante tão catita:)! Adorei o bolo, o chapéu e o pin! É preciso ser-se cheio de vida e de energia para entrar nos quarenta com tanta vitalidade. A maior parte das pessoas não costuma gostar muito, mas eu acho uma década tão sábia e tão cheia de coisas a acontecer.
    Eu só tenho 26, mas a minha mãe com 47 e o meu pai com 51 estão aí para as curvas, cheios de planos!
    Muitos beijos e muita felicidade todos os dias!

    ResponderEliminar
  4. Pintinhas! :-) hehehehehe (gostei de saber esta...)

    Adorei o chapéu. ;-)

    Espero que tenhas passado um óptimo fim-de-semana, em Sevilha!

    Beijo!

    ResponderEliminar
  5. Aline, não te iludas... tenho um péssimo feitio! :)

    ResponderEliminar
  6. B. Cérise,
    Tenho vindo a constatar que a amioria das pessoas se dividem entre os fãs dos 40 e os que têm pavor de passar esta etapa. Definitivamente, faço parte do primeiro grupo, pelas mais diversas razões mas que resumo aqui numa frase, para não me alongar: é uma idade muito confortável e estável. Mas como já o disse por aqui, considero que todas as idades são especiais, pelas mais diversa razões. Não fazia questão de atrasar o relógio, como não pretendo acelerá-lo. Cada passo de sua vez. Depois me dizes, quando cá chegares ;)
    Beijinho e obrigada

    ResponderEliminar
  7. O menino não pode saber nada... Estão proibidas as piadinhas, sim? ;)

    Sevilla fue fenomenal! :)

    ResponderEliminar
  8. um bom novo ano, margarida! aproveite bem!

    ResponderEliminar