25.12.10

Natal é sempre que alguém nos quiser [Eduardo Sá]








Na nossa família, o Natal foi sempre milimetricamente pensado e saborosamente vivido.
Na nossa família, o Natal nunca foi por ser, nunca foi frete ou enfado, ou dia para esquecer.
Na nossa família, o Natal não mudou de forma ou sentido por caminhos outrora comuns terem seguido outros rumos.
Na nossa família, o Natal não é uma mera festa é um motivo. Um excelente motivo para celebrar os valores que nos unem em laços de verdade e partilha, tal como um Menino nos ensinou. E não me restam dúvidas que este será para a nossa M. o nosso melhor legado.

5 comentários:

  1. :-) a um resto de quadra natalícia cheia de sentido e "slow knowing smiles" :-)

    ResponderEliminar
  2. Para ser frnaca, nunca gostei do natal, mas este teve um sabor maravilhoso. Gostava tanto que a minha familia se uni-se e vivesse assim o Natal, como vocês.
    Bj**

    ResponderEliminar
  3. O que queria dizer em cima era: para ser franca. (sou tão deslexica, que às vezes até me chateio comigo mesma).
    Bj**

    ResponderEliminar
  4. Sofia,
    Assim espero que seja! E a tua também :)

    ResponderEliminar
  5. Tanita,
    Eu percebi. Um dislexico perceber muito bem outro ;)
    Remeto-te para a frase do Eduardo Sá que serve de título e acrescento que, como quase tudo na vida, a família pode ser reinventada e recomeçada de acordo com a nossa visão de felicidade.
    Que a família que agora iniciaste te traga todos esses momentos de felicidade e partilha que tanto desejas.

    ResponderEliminar