1.5.11

Os Pequenos Grandes Tudos da minha vida


Um presente que resultou de uma engenhosa e doce parceria entre a minha mãe e a minha filha. A primeira, resgatou às memórias do passado os mais marcantes bonecos da minha infância, juntando-os em comovente fotografia de grupo, qual turma reencontrada ao fim de longos anos. A segunda, compôs o quadro com as imagens e redigiu a mensagem que lhe juntou.

E eu... fico sem palavras para mais... 


6 comentários:

  1. dedicatória linda..

    1 beijinho

    ResponderEliminar
  2. Anónimo2.5.11

    Não é só a autora que fica sem palavras. No dicionário que é permitido, uma sobressai: partilha. Poucas vezes a saboreei assim. Já revi a imagem um sem número de vezes. Reminiscências: "Cada cor seu paladar!", nos rebuçados à venda no circo. Actualidades: um tanto de amor. Futuros: não existem. Mas as partilhas existem enquanto durarem. São a pedra angular da catedral da felicidade. Um dia, quando tiver mais aninhos, vou escrever um livro sobre a inexistência do futuro. E dali retirarei excertos para raios de sol que inundarão a minha vida.

    ResponderEliminar
  3. Um momento especial, criado por duas pessoas especiais. :)

    Espero que o vosso dia da Mãe também tenha sido doce.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Que presente tão bonito.
    O meu ainda não sabe escrever, mas tenho as suas mãozinhas num paninho :)

    ResponderEliminar
  5. Tanita,
    Esses presentes são preciosos. É o sabor dos primeiros momentos!

    Beijinho grande

    ResponderEliminar