15.4.10

O que mais gosto em nós


A forma como nos [re]descobrimos.

1 comentário:

  1. E é sempre bom fazermos este exercício, não devemos esquecer nunca de nos (re)descobrirmos, senão a vida (a dois ou só a um) entra na monotonia e acabamos por nos esquecer de alguns pormenores, por vezes tão importantes...

    ResponderEliminar