27.4.10

Muito Obrigada



A ti, que és Santo & Pecador e trapezista na arte das palavras, equilibrando com perícia as emoções da felicidade e da dor.
Se por um lado é verdade que me considero uma guerreira, não é verdade que não desista nunca. Já desisti, algumas vezes. Por vezes é necessária mais força para desistir.
Em todo o caso, obrigada por achares que este selo era adequado a mim.


1 comentário:

  1. Ser guerreiro é não desistir das nossas ambições, dos nossos objectivos, dos nossos sonhos… mas também tem de se ser guerreiro, para se ter forças para se desistir desses mesmos sonhos, ambições e objectivos, quando nos apercebemos que é um beco sem saída, que é um trilho de sofrimento que nos atira para a infelicidade.

    Beijo!

    PS: Gostei do elogio “trapezista na arte das palavras”, eis algo que nunca me tinham dito. :)

    ResponderEliminar