12.1.15

As árvores da minha rua


Contorcem-se e erguem-se. Vestem-se e despem-se. São alimento e são abrigo.
Desdenham do betão e zombam do alcatrão. Ignoram o urbano ruído e são o silencioso palco dos pássaros que as habitam.
São tapete de folhas no chão e toldo verde que desenha sombras.
As árvores da minha rua são poesia.

7 comentários:

  1. :) são tão giras essas árvores das "bolinhas" não sei como se chamam, mas também já andei em volta delas uma tarde em Castelo Branco :)

    http://www.ziripiti.com/2014/12/so-porque-gosto.html

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dora, já respondi lá no seu blogue, mas não tenho a certeza que a resposta tenha ficado... são Cinamomos ou Amargoseiras.
      E belas fotos, as suas :)
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Obrigada Margarida, por acaso a resposta não ficou por lá :)
      Bjs

      Eliminar
    3. Obrigada Margarida, por acaso a resposta não ficou por lá :)
      Bjs

      Eliminar
  2. Obrigada, Paula e Maria Pereira :)

    ResponderEliminar