2.4.11

The King´s Speech


Rendo-me sempre à grandeza das pessoas simples que acreditam no poder das coisas simples.
Um filme tão esmagador quanto o ser humano pode ser. Poderoso como todos somos, sempre que alguém acredita em nós e não desiste de o dizer. Das mais diversas formas.
Porque a nobreza não é uma questão de sangue, mas de carácter e, muitas vezes, por trás de um grande homem também está outro grande homem. Infelizmente nem sempre é um pai.
Comovente. Muito comovente. Pelo menos para mim.

Fruto de diversos desencontros devo ter sido das últimas pessoas do planeta a vê-lo. Para mim, filme que é FILME é para ver no cinema. Felizmente, fui a tempo!

18 comentários:

  1. Tenho de ir ver. Estou cheia de curiosidade.

    ResponderEliminar
  2. Para mim também: filme que é filme é para ser visto no escurinho do cinema. Imagem grande e som como deve ser. Um momento de reverência

    ResponderEliminar
  3. Finalmente conseguiste...

    Boa!
    ;)

    ResponderEliminar
  4. Só sedas, sabia, porque era público e já me tinham dito, que era um bom filme, mas confesso que superou largamente as minhas expectativas. Imperdível.

    ResponderEliminar
  5. Isabel, não o diria melhor. Reverência, é o termo certo!

    ResponderEliminar
  6. Miguel, por uma unha negra, creio! Mas consegui!!!
    Já viste?

    ResponderEliminar
  7. Nop!

    Já sabes que não é propriamente o genero de filme que me atraia. Iria arrastado, sem problema nenhum mas não é um filme que tenha motivação própria... Não só pelo tema como pela epoca em que se passa.

    Por exemplo, vi esta semana o Lost in Tranlation outra vez porque na altura não tinha gostado muito mas fiquei sempre com aquela sensação que tinha de ver outra vez. Já achei mais interessante. Mas, pronto, é um filme que é feito à volta das relações entre as pessoas e isso já me puxa... É um tema que gosto.

    ResponderEliminar
  8. Miguel, acredita aqui na menina: vais gostar do filme. Transcende MUITISSIMO o âmbito que lhe estás a imaginar. Até me atrevo a arriscar que é daqueles que vais ver duas vezes...
    É precisamente sobre relações entre as pessoas que o filme fala, tudo o resto é apenas (uma agradável) paisagem.

    ResponderEliminar
  9. Bem, vou dar-te o beneficio da duvida...

    Depois digo se tens razão ou não. É melhor que tenhas...

    ResponderEliminar
  10. TENHO!
    E nem vale a pena apostar. Seria desonesto, por saber à partida que perdias ;)

    ResponderEliminar
  11. Não tenho essa certeza... mesmo confiando em ti!

    :p

    ResponderEliminar
  12. Apostamos umas doses de pimentos de padron?...

    ResponderEliminar
  13. Vamos ver, como diz o cego!

    ResponderEliminar
  14. Não, agora vais tu. Eu já vi!

    ResponderEliminar
  15. Vamos ver se ganhas, toina!

    :P

    ResponderEliminar