7.4.11

Faça-se luz!


Brincar ou rir não são características das crianças, mas de quem está mais ou menos em paz com a sua vida. Por outras palavras, sempre que uma pessoa não brinca, não é adulta: está doente.
Eduardo Sá


E eu acrescento: adoecer silenciosa e discretamente para a vida é adormecer num não crescimento, para sempre. Na ausência de quem ilumine ou de quem nos torne luz.

4 comentários:

  1. "Fiat Lux" à vida, e aos dias... e aos sorrisos que nos embalam e nos confortam... a alma.

    ¬

    ResponderEliminar
  2. Adorei, e vou tentar não esquecer de brincar e rir :))

    ResponderEliminar
  3. Sub escrevo totalmente... e mando à fava quem diz: muito riso pouco siso, porque uma certa dose de lucura é sinal de sanidade mental! Pronto eheheh Beijo!

    ResponderEliminar
  4. Eu não poderia concordar mais. Conheço tantas pessoas sem alegria de viver, que só de olhar nos deprimem. Não gosto, e nem nunca quero ser desse tipo de mulheres que vive a vida sem nenhum tipo de alegria.

    ResponderEliminar