23.10.13

Mudança



Já há algum tempo que vinha a pensar nisso. A imagem acompanhava-me há quatro anos, desde um momento de mudança. Outro, que marcou outro compasso, de outro tempo. Uma viragem, depois de uma curva da vida.

Mas esta mudança, que agora já apetecia, não tinha nenhum motivo além do bom motivo que é a Mudança que apenas serve para renovar, crescer, reinventar.

Gosto de mudanças, mas sou da estabilidade. Gosto da novidade, mas sou da continuidade. Gosto da renovação, mas sou pela identidade. Há coisas que se mudam e há coisas que nos mudam. Umas e outras são necessárias, até mesmo saudáveis porque é com elas que crescemos e nos descobrimos. Tudo no tempo certo e na justa medida. Para mim, que sou Terra, o importante é ter solo firme, poder criar raízes. Andar sempre com a casa às costas ou trocar de vida, de rumo, de ideias ou de rota como quem troca de camisa, não está na massa do meu sangue, ou no meu ADN, como se diz agora.

Mas esta mudança apetecia e andava mais ou menos alinhavada na minha memória, no desfiar dos dias. E hoje, Ela, logo de manhã parecia que me adivinhava. Acordou-me com um protesto privado de que já não aguentava o meu oversized Jacinto, o header que há quatro anos me acompanhava apesar de alguns retoques de imagem que foi sofrendo entretanto. Ri-me, chutei para canto, expliquei mais ou menos tintim por tintim o mesmo que comecei por dizer no inicio deste post. Expliquei-lhe ainda o que me ligava em especial aquela imagem - a inscrição, no vaso, do ano de nascimento da minha filha.

Mas a mudança apetecia e andava displicentemente semi-agendada nos meus dias. Motivo maior do que o desejo - e a lógica - da mudança pela mudança era o facto de desde há muito ter optado por fazer deste blogue um espaço de imagens pessoais. Há muito que deixei de recorrer a bancos de imagens ou tumblrs para alimentar o Deixa entrar o Sol. Urgia por isso, por coerência, que o header fosse também meu.

Ora Ela, que é não é só a Rainha do Pendant, mas que é também a Imperatriz da Mudança, que salta de personagem em personagem com a elegância e versatilidade com que eu esfrego um olho, só podia andar desassossegada com tanta quietude por estas bandas. Refilou, desafiou, sugeriu, propôs.  
De manhã tive mais em que pensar, mas pela tarde rendi-me. Deitei mãos à obra e o novo header nasceu. Não foi difícil, até porque confesso não ter paciência para perder muito tempo com certas coisas.

Hoje foi dia de mudança. Das mudanças que gosto que façam parte da minha vida. As cíclicas, as coerentes, as evolutivas. As necessárias. 

Hoje, um dia tão bom como outro qualquer para mudar, mas não fosse o desassossego dela talvez ainda estivesse para acontecer. 

A culpa é dela, que apesar de ser uma mulher que veste muitas peles é uma das pessoas mais genuínas desta blogosfera e ainda por cima escreve bem que se farta e de uma forma que me toca, muitas e muitas vezes. 

Obrigada, miúda! Sobretudo por seres assim.

Já agora, aproveitámos a onda e mudámos também por aqui!


7 comentários:

  1. Gosto muito, mas estranhei, confesso :)

    ResponderEliminar
  2. Ela rejubilou! Aplaude!
    Adora a imagem e manda dizer que agora o sol inunda este cantinho, que já por si tem sempre uma luz especial ♥

    Espera, deixa-me reformular: Elas estão aos pulinhos de alegria! ;)

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito da nova foto.
    beijinho

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito, apesar de gostar muito da outra.

    Parabéns Scarlet Red

    ResponderEliminar
  5. Também gostei! Sabe bem mudar:)

    ResponderEliminar
  6. Parabéns a mim? Só se for por ser chata :D

    ResponderEliminar
  7. Dear all,

    Muito obrigada pelos vossos comentários. É sempre agradável contar com o vosso apoio. ;)

    @Scarlet, a ti tinha mesmo de agradar, sob pena de não ter descanso! ;)

    ResponderEliminar